Perfil da Província

  1. PERFIL DA PROVÍNCIA DO MOXICO

    Moxico é a maior Província de Angola, com uma área de 223.023 km², ocupando 16.03 % da extensão territorial nacional. Está localizada entre os paralelos 10º16’ de latitude Sul e 18º24’ de longitude Este.

    Limita-se a Norte com a Província da Lunda Sul, a Sul com a do Kuando Kubango, a Nordeste com a República Democrática do Congo (RDC), a Leste e Sudeste com a República da Zâmbia e a Oeste com a Província do Bié.

    Administrativamente, Moxico é subdividido em nove Municípios, nomeadamente, Alto-Zambeze, Bundas, Kameia, Kamanongue, Léua, Luacano, Luau, Luchazes e Moxico (sede) e 21 comunas.

    O nome Moxico (importante soba da região), tradicionalmente é derivado de uma espécie de cesto para o transporte de víveres e armas de resistência anticolonial.

    “Muxiko”, artefacto acima referido, era (é) o recipiente destinado para o transporte de peixe e tudo quanto se produzia e se produz.

    O soba, o receptáculo de todas as questões da sua jurisdição (queixas, desavenças, injustiças, etc.), auto denominou-se adaptando esse nome, pelo qual passou a ser chamado e conhecido, a ele e aos seus sucessores.

    A capital da Província é a cidade do Luena, antiga Vila Luso, situada num planalto de 1.320 metros de altitude que se espraia entre-os-rios Luena a Sul e Lumeji a Norte, entre 11º45’99’’ de latitude Sul e 19º56’6’’ de longitude Este, com edifícios bem alinhados ao longo de ruas amplas e sombreadas de mangueiras e acácias rubras.

    Ex-Vila Luso, primeiro foi edificada à margem esquerda do rio Mussimwoji (hoje Moxico-Velho, 17 km da actual cidade), no ano de 1895 (tenente-coronel Trigo Teixeira, chefe da primeira expedição de ocupação colonial portuguesa que chegou à esta região) em Maio de 1956 foi elevada à categoria de cidade.

    Luena, dista a 1.314 quilómetros de Luanda, por estrada (passando por Saurimo, Malange e Dalatando) e 1034 quilómetros do litoral atlântico (Lobito-Benguela), pelo Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB).

    CLIMA

    O clima da Província é tropical húmido de altitude, com uma temperatura média de 22ºC, atingindo a máxima de 35ºC (nos meses de Setembro e Outubro) e mínima de 2,5ºC e a precipitação chega a 1145 mm.

    POPULAÇÃO

    A população da Província do Moxico é estimada em mais de 800 mil habitantes, composta por uma diversidade populacional pertencente na sua maioria ao grupo bantu, como etnias Cokwe, Luvale, Mbundas, Luchazes e os Ovimbundos, além de pequenos subgrupos dispersos em manchas isoladas.

    HIDROGRAFIA

    O território do Moxico é bastante irrigado e os principais rios são Zambeze (nasce na Zâmbia, atravessa a Província numa extensão de cerca de 300 km), Cassai, Lungue-Bungo, Luanguinga, Lumeji, Chivumaji, Luio, entre outros. Também se destacam os lagos Dilolo, Município do Luacano e Calundo no Léua.

    Nos rios e lagos abundam variáveis espécies de peixes, cuja actividade piscatória faz da população luena a sua ocupação primária.

    FAUNA

    No Moxico a caça é abundante por toda a parte do território com realce para várias espécies de antílopes, elefantes,onças,hipotamos,jacarés, palancas, nunces, nguelengues, leões, hienas, tungus, macacos, chitocola, entre outros, no Parque Nacional de Cameia, o segundo maior do país com 1.450 quilómetros quadrados, depois do Iona.

    FLORA

    Destaca-se a existência de diversas formações vegetais, resultante das condições climáticas, relevo e da rede hidrográfica, se evidencia a savana arbórea, savana herbácea, floresta-galeria e chanas.

    ECONOMIA

    Historicamente a agricultura constitui a base do desenvolvimento socioeconómico da Província, tendo como culturas fundamentais: arroz, mandioca, milho, massambala, massango, batata-doce, batata-rena, citrinos e hortícolas.

    Moxico é potencialmente rico em mel, madeira e minerais (não explorados), como carvão, cobre, manganês, ferro, diamantes, ouro, volfrâmio, estanho e urânio sobretudo no maciço antigo do Alto Zambeze e Bundas.
    Na cidade do Luena passam a estrada Nacional180, partindo de Luanda e o Caminho-de-Ferro de Benguela desde a cidade de Lobito que facilita a comunicação com as Repúblicas do Congo Democrático e da Zâmbia, respectivamente.

    Por: Boás André

Agenda Pública
Última Agenda
GOVERNADOR VAI INAUGURAR BALCÕES DO BPC NO LUAU E CAZOMBO
  • Início
    19
    jun.
    2012
    14:00
  • Fim
    19
    jun.
    2012
    14:00
 
 

2011 - Portal do Governo Provincial do Moxico - Copyright©